Pular para o conteúdo principal

Resenha e avaliações de produtos em blogs

Cuidados com resenhas de produtos em blogs para SEO
A Google divulgou no blog oficial um artigo com recomendações aos blogueiros que trabalham com postagens e produções de conteúdos originados por resenhas e avaliações de produtos em troca de algum favor, como recebimento de brindes, produtos ou até pagamentos.

A gigante de buscas sempre se preocupou com as tentativas de manipulações por parte dos profissionais de marketing de busca de criarem links em blogs com o único objetivo para obter posicionamentos nos resultados de pesquisas.

De fato, entre muitas estratégias para conseguir alguma referência em blogs do segmento é com envio de produtos para os blogueiros, em troca, é feita uma avaliação com link para o site da empresa. Sempre ouvi discussões sobre o assunto e há dois pontos de vista a respeito.

Avaliações de produtos em blogs focadas na audiência do canal


De acordo com o artigo oficial, a Google não proíbe esse recurso utilizado pelo marketing das empresas e muito menos ameaça punir sites nos resultados de pesquisas por conta disso, desde que haja nos links o atributo rel="nofollow". Certamente há empresas que fecham acordos com blogs pensando exclusivamente nas visualizações e acessos dos seguidores do blog pretendido. Nesse aspecto, acho uma estratégia legítima e que pode dar um ótimo resultado, muito parecido com reflexos positivos de um bom trabalho de assessoria de imprensa.

Avaliações e resenhas de produtos em blogs focadas para SEO


Aí entra um sério problema. Há diversos profissionais do marketing de busca (eu inclusive usei essa estratégia para alguns projetos) que fecham acordos com blogueiros e blogueiras para envio de produtos em troca de links, pensando exclusivamente em posições no Google, tendo conhecimento que links são um dos fatores de classificação.

A Google vê isso como um problema por um fator até que plausível. Imagino o seguinte:

"Se não houvesse o envio de produtos gratuitamente para o editor(a) do blog, não haveria resenhas e avaliações, nem negativas e muito menos positivas" - jornalista Paulo Augusto Sebin

Portanto, é sábio declarar que são links artificiais, passíveis de punições por parte dos buscadores.

Para quem são as punições?


Logicamente que caso o Google identifique de forma manual ou automática a inserção de links para sites comerciais em troca de avaliações de produtos em blogs, tanto o blog quando o site da loja seriam punidos. Nesse caso, o blogueiro(a) deve aplicar por segurança o atributo rel="nofollow" em todos os links que apontam para as páginas do site comercial envolvido. Isso demonstra a preocupação apenas com a audiência do blog, não gerar links artificiais para ganhar rrlevância por tal método.

Comentários

Jornalista Paulo Augusto Sebin

Jornalista formado em 2009 pela Unopar. Desde 2011 atua na área de marketing digital, especialmente como especialista em SEO e produção de conteúdos otimizados. Também atua na otimização de conteúdo para estratégias de Inbound Marketing. Especializado em Marketing de Busca. Trabalhou em projetos de assessoria de imprensa para diversas empresas e comunicação comunitária, principalmente em emissora de rádio comunitária. Fundou jornal impresso destinado para grupo de empresários lotéricos de Londrina.
Selo de Certificados Google do Paulo Sebin
Certificado Inbound Marketing

Postagens mais visitadas deste blog

O que é SEO On Page e Off Page?

Texto para loja online - e-commerce

Links em fórum de discussão são ruins?

Como vender roupa infantil pela internet