Pular para o conteúdo principal

Google Chrome OS: estratégia de gênio ou um erro?

Qual é o futuro do projeto Google Chrome OS?


No Brasil ainda se discute muito pouco sobre o Google Chorome OS, o sistema operacional do Google. Isso porque não podemos dizer que o produto chegou ao nosso país. Mas lá nos Estados Unidos esse produto está se tornando aos poucos bem mais conhecido.

Imagem da área de trabalho do Google Chrome OS. Demonstra opções de menu e funcionalidades.

O Google Chorme OS tem uma proposta muito diferente de sistema operacional. A maioria dos sistemas usam funções locais, como HD para armazenar arquivos. No caso do Chrome, os arquivos são hospedados em nuvens, nesse caso, no Google Drive. O usuário não utiliza hardwares para guardar seus arquivos e nem mesmo para rodar a maioria dos aplicativos, que funcionam diretamente pela a Google Play.

Seu site está bem posicionado no Google? Saiba o que é SEO e ganhe posicionamentos para levantar seu negócio online.


O lado bom do Chrome OS


Imagem oficial do Chromebooks
A grande dúvida que nos deixa é saber se essa forma de se trabalhar vai pegar no Brasil. Aqui as tendências são diferentes dos Estados Unidos. A empresa lançou, em parceria com a Samsung, o Chromebooks, um aparelho muito elegante, com design moderno, e que inicialmente conta com 32GB de memória física. Atualmente já há modelos com 100GB.

O fato de rodar tudo em nuvem, isto é, arquivos hospedados no Google Drive, aplicativos pelo Play e o próprio sistema operacional não depender tanto de funcionamento de hardware, e sim da internet, torna o aparelho muito mais rápido.

Outra vantagem é o custo. Um notebook com Microsoft Windows é muito mais caro do que um Chromebooks com o Google Chrome OS.

O lado péssimo do sistema


Você consegue imaginar ter um aparelho ao qual 80% de seu funcionamento depende de conexão com a internet? Eu, particularmente, gosto de avaliar qual é a capacidade de um HD ou SSD, para guardar arquivos. Não me vejo hospedando trabalhos em nuvens.

Apesar de que aparelhos da MAC, por exemplo, não contam com grandes capacidades de discos rígidos, e para grandes trabalhos é necessário ter um bom local para guardar arquivos em nuvens.

Só o tempo dirá o futuro do Google Chrome OS


A gigante de buscas está apostando em uma nova forma de usar aparelhos de informática e internet. Se a ideia for bem aceita, ganhará milhões. Masse não der certo, ficará na gaveta, assim como projetos do Buzz, Google Reader, Google Wave, entre outros.

A minha aposta é que o projeto não daria muito certo no Brasil.

Pontos positivos do sistema
  • Usa o navegador Chrome como interface do sistema;
  • Aparelho é ótimo para precisa apenas de trabalhos com web e depende de serviços do Google;
  • Muita agilidade na hora de instalar aplicativos via Google Web Store


Pontos negativos do sistema
  • Se você não tiver acesso à internet, o sistema se torna praticamente inútil para o usuário.

Apresentação oficial do sistema 2012




Nesse vídeo, o canal oficial do Youtube tem uma demonstração oficial do Google Chrome OS versão 2012. Caso não visualize, acesse o canal oficial.

Jornalista atuante em consultoria de SEO para Google na agência K2 Comunicação, da cidade de Londrina - PR. Produz conteúdos para web em geral, otimizados e com qualidade. Siga-me Google+, Twitter e Facebook.

Comentários

Jornalista Paulo Augusto Sebin

Jornalista formado em 2009 pela Unopar. Desde 2011 atua na área de marketing digital, especialmente como especialista em SEO e produção de conteúdos otimizados. Também atua na otimização de conteúdo para estratégias de Inbound Marketing. Especializado em Marketing de Busca. Trabalhou em projetos de assessoria de imprensa para diversas empresas e comunicação comunitária, principalmente em emissora de rádio comunitária. Fundou jornal impresso destinado para grupo de empresários lotéricos de Londrina.
Selo de Certificados Google do Paulo Sebin
Certificado Inbound Marketing

Postagens mais visitadas deste blog

O que é SEO On Page e Off Page?

Links em fórum de discussão são ruins?

Texto para loja online - e-commerce

Como vender roupa infantil pela internet