AD (728x60)

Copyright Text

segunda-feira, 15 de maio de 2017

Como aparecer no Google na primeira página após atualização Fred

Compartilhe
Como aparecer na primeira página Google após atualização Fred

O maior mecanismos de busca do planeta atualiza algoritmo com frequência. A última delas foi instalada em março de 2017, chamada de Fred, que provavelmente afeta dois pontos importantes sobre a diretriz de qualidade da Google.

Milhares de empresários e profissionais do marketing digital ficaram preocupados com a última atualização da gigante de busca, isso por que afeta duas questões das políticas de qualidade da companhia. Dessa vez não há informações oficiais a respeito, mas atrevo-me, baseado em minhas experiências no marketing de busca, apontar quais são os caminhos para colocar site na primeira página do Google respeitando as últimas profundas mudanças do buscador.

1. Cuidado com os conteúdos ocultos por abas ou elementos de expansão


Se tornou muito comum usar o recurso de abas expansivas para exibir um conteúdo. De fato, em muitos estilos de sites, esse recurso é muito legal, dá um efeito de modernidade interessante. Também ajuda a economizar espaço na tela, principalmente para dispositivos móveis.

Entretanto, parece que o conceito de ocultar conteúdo menos importante de uma página não é respeitado mesmo. E é nesse ponto que o Google alerta na diretriz de qualidade do buscador.

"Torne o conteúdo importante do seu site visível por padrão. O Google pode rastrear conteúdo HTML oculto dentro de elementos de navegação, como guias ou seções de expansão. No entanto, consideramos esse conteúdo menos acessível para os usuários e acreditamos que suas informações mais importantes precisam ficar visíveis na visualização de página padrão."
Portanto, se o seu site tem páginas com conteúdos importantes que estão "guardados" dentro de abas ou elementos de expansão, trate de corrigir isso. Deve-se sempre tornar o conteúdo principal visível já na abertura da página.

Exemplo de conteúdo oculto com efeito expansão


Exemplo de conteúdo oculto


Trata-se de uma página de FAQ (perguntas e respostas). Para cada pergunta, as respostas ficam escondidas e são exibidas somente quando o usuário clicar na pergunta, acionando elemento expansível. Para o Google, as respostas são menos importantes, já que estão ocultas por tal efeito e as pessoas são menos propensas a clicar.

A situação é ainda pior se esse efeito estiver aplicado para textos importantes em página inicial ou até descrição de produto ou serviço.

Mas como o Google consegue identificar?

O robô de busca faz a leitura dos arquivos e comandos Java Script e CSS do seu site. Com isso, consegue entender perfeitamente bem a identidade visual do site de imediato para o usuário.

E nem pensar em bloquear o acesso do robô a esses arquivos. O Google precisa ler, pois entrou como critério de classificação a leitura correta desses arquivos. Quanto menos recursos bloqueados o site tiver, melhor.

2. HTTPS agora é pra valer

Na mesma diretriz de qualidade há um tópico claro sobre isso.

"Se possível, mantenha as conexões do seu site seguras com HTTPS. Criptografar interações entre o usuário e seu website é uma prática recomendada para a comunicação na Web"

Isso significa dizer que a depender da concorrência e segmento, ter todas as páginas criptografadas é um bom caminho para conseguir posições favoráveis, por que a criptografia entrou como um dos critérios de classificação. Em 2014 já houve esse anúncios, mas ocorreu pouco impacto, bem diferente da atualização recente ocorrida em janeiro de 2017.

Como aparecer no Google na primeira página requer muitos estudos. Claro que seguir os dois apontamentos desse artigo não vai garantir sucesso em aparecer no Google em primeiro por que há dezenas e mais dezenas de outros critérios de classificação, além de todo um conjunto completo de ações, como melhorar a relevância do site por meio de divulgação de conteúdos, estrutura de navegação, velocidade de carregamento, entre tantos outros.

Marcações ou categoria: Artigos SEO, Marketing de Busca
Imagem do jornalista Paulo Augusto Sebin

Escrito por

Jornalista especializado em marketing de conteúdo e SEO. Atua em comunicação organizacional e otimização de conteúdos para mecanismos de pesquisas. Já atuou em jornal impresso, assessoria de imprensa e emissora de rádio.


0 comentários:

Postar um comentário

 

Melhores do mês

Entre em contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Siga-me por e-mail

Por que confiar em Paulo Sebin?

  • Especialista em SEO com dezenas de projetos de sucesso.
  • Sempre trabalhou mais de 4 anos por empresa.
  • Certificações Google e Comunicação Social
Copyright © Especialista em SEO e consultor marketing digital - jornalista Paulo Sebin | Layout feito por Templateism.com